ASSISTA SEBÁ TAPAJÓS NA GLOBO NEWS

Assista a entrevista de Sebá Tapajós na Globo News sobre o projeto Street River

ASSISTA

SEBÁ TAPAJÓS


Belenense por opção, Sebá Tapajós carrega no nome não só uma linhagem artística de peso como o orgulho das origens amazônicas. Filho do consagrado violonista Sebastião Tapajós, ele conviveu desde sempre com as artes. Foi através das cores que resolveu se expressar, traduzindo-as em matizes que seu olhar daltônico assimilavam. Do Norte Sebá partiu para o mundo, com escalas no Brasil. A primeira foi no Rio de Janeiro, onde tomou contato com a pichação, a porta de entrada natural para o mundo do graffiti – arte que abraçou por incentivo do irmão de criação Alexandre.

Com as tintas correndo nas veias, aperfeiçoou seu estilo deixando marcas nos muros de Salvador, São Paulo, Guarujá, Porto Alegre, Buenos Aires, Lisboa e Madri. Depois de viajar parte do mundo, voltou ao Brasil e escolheu Belém como lar. Na capital paraense passou a gravar suar marcas nas paisagens urbanas com o Reduto Walls. E no ambiente ribeirinho se encontrou, com o StreetRiver, a primeira galeria fluvial do mundo, que celebra a cultura dos povos da mata, os caboclos, descendentes de índios e quilombolas, os verdadeiros guardiões da sabedoria amazônica.

STREET RIVER

O graffiti nasceu para dar voz aos excluídos das grandes cidades do mundo. No Pará, Sebá Tapajós fez esta vertente da arte urbana sair da cidade e chegar na floresta amazônica como forma de chamar a atenção para os ribeirinhos. É o projeto StreetRiver, primeira galeria fluvial do mundo, idealizada por Sebá Tapajós em 2015.

Com formas inspiradas nos movimentos dos rios e nas cores da floresta, Sebá levou sua arte para as casas da comunidade do Igarapé Combu. Mesmo estando a 20 minutos de barco de Belém, o local permanece esquecido pelo poder público e carece de infra estrutura básica como água potável, saneamento, postos médicos, escolas e fornecimento de energia precário. “Lutamos para que sejam preservados os direitos e a cultura dos povos da mata”, afirma Sebá.

A StreetRiver é hoje composta por 12 obras de Sebá e artistas  brasileiros convidados. A arte reflete o cotidiano ribeirinho e suas cores e nuances, numa ode à vida simples e a cultura rica do povo amazônico.

REDUTO WALLS

O Reduto Walls é na prática um projeto de revitalização nos muros do bairro do Reduto, situado próximo a zona portuária da cidade.
Desde 2007, o Reduto recebe intervenções artísticas de Sebá Tapajós que através da arte ressignificou os ares ao bairro, tornando-o o mais grafitado de Belém no estilo Big Walls.
Uma verdadeira galeria a céu aberto onde Sebá e artistas nacionais e internacionais nos presenteiam com arte urbana da mais alta patente, posicionando Belém na rota mundial de street art.

ENTRE EM CONTATO